top of page
  • Foto do escritorGabriel Ivo

Ansiedade sempre é algo ruim?

"Sofro de ansiedade, e então me receitaram remédio que ajudou.

Não sinto mais aquela ansiedade, mas agora não sinto mais nada!"

Pandemia, economia, política, as contas, a saúde, a família, as demandas do mundo, estudar, trabalhar, ter vida amorosa, vida social, se cuidar, escolher, agir, enfrentar, estar lá, se posicionar, vencer, não errar... Dá até um aperto só de pensar!


E ainda precisamos sorrir e ser felizes. Caso contrário, "há algo de errado conosco e a culpa é nossa". Como se felicidade fosse acessível a todos, uma "questão de escolha".


Penso que até podem existir pessoas sem esse tipo ansiedade. Mas acredito que sejam pessoas bem alienadas da realidade social que compartilhamos, ou são cercadas de pessoas que não lhe fazem nenhumas das exigências anteriores.


Mas será que toda ansiedade é ruim?


A ansiedade das férias que me fazem planejar uma viagem. A ansiedade antes de um evento importante que me faz pensar em qual roupa usar e tentar não me atrasar. A ansiedade antes de um encontro com aquela pessoa que me faz querer vê-la. A ansiedade de um novo projeto que me permite pensar na melhor forma de realizá-lo.


Ansiedade, ansiar.

Eu anseio, eu desejo.

Se desejo, posso me mover?


Qual ansiedade te dá frio na barriga? Que até angustia, mas coloca em movimento?

Em quais momentos?


Ou, qual ansiedade te dá um aperto no peito? Que angustia a ponto de se sentir sem possibilidade de movimento?


Será que desaparecer com toda a ansiedade é o único caminho? Toda ansiedade deve ser medicalizada?

Comments

Couldn’t Load Comments
It looks like there was a technical problem. Try reconnecting or refreshing the page.
bottom of page