top of page
  • Foto do escritorGabriel Ivo

Ser perfeccionista é um defeito?

Uma questão filosófica clássica. O ser humano e a busca da perfeição. Perfeito é bom, perfeito é ótimo. É perfeito.

Por que será que, na entrevista de emprego quando perguntam um defeito, associamos perfeccionismo

como uma boa resposta?


"Um contratante deve querer um contratado que entregue perfeição".


Mas por que um defeito?


Será que o defeito fica na questão de que uma pessoa perfeccionista é uma pessoa em constante autocobrança?



"Autocobrança é aquele sentimento constante de angústia e insatisfação com os próprios resultados".



Passamos tão despercebidos do que é ser perfeccionista, que

de defeito pode girar até para um traço de orgulho.


Qual a angústia da busca à perfeição?


Para entregar algo perfeito, eu preciso me tornar um "caçador de imperfeições". Preciso buscar toda imperfeição, pois só as corrigindo ou as escondendo que eu garanto a perfeição, certo? Afinal, imperfeição não faz parte do perfeito.


E é aqui que a gente se perde. Afirmo que busco perfeição, mas na prática eu apenas busco imperfeição.


Com isso eu passo a não reconhecer mais minhas próprias conquistas. Dez pessoas podem me elogiar, mas se uma me criticar, é nessa que eu reconheço a verdade.


Por que mesmo com dez pessoas me validando, é naquela única que me invalida que eu me reconheço?


Será que eu acabo tanto tempo buscando e escondendo imperfeições, que agora imperfeição é a única coisa que eu reconheço?


Digo que busco perfeição, mas não consigo sequer reconhecer conquistas. E o curioso é quando eu ainda espero entregar perfeição para o outro. Como se reconhecimento e validação fossem importantes, mas quando eles vem eu sequer consigo escutar com peso de verdade.


E esse é o dilema do perfeccionista. Buscar o oposto do que deseja e sempre se deparar com impotência e insatisfação.


O sofrimento seria não encontrar a perfeição. Mas será que não encontra ou será que já não reconhece nada além de imperfeição?

Aliás, o que é perfeição?


Você consegue lidar bem com as pequenas imperfeições do dia

ou tenta "sumir" com todas na tentativa de controlar as situações?

Comments


bottom of page